Morbius é ruim, mesmo (sem spoilers)

Ótimos efeitos especiais e apenas uma atuação interessante não conseguem salvar essa história sem nenhum apelo

Crédito: Sony Pictures

Mais uma vez, a Sony Pictures pega um personagem famoso e amado como vilão para trazer ao cinema como herói. Do jeitinho que fez com o Venom, melou o Morbius.

Não é o pior filme do ano, e pode ser que Morbius venha recebendo críticas mais duras do que merece. Mas é como disse o site Arroba Nerd: “não é tão ruim quanto parecia ser, só que também não é bom”.

atuações

Jared Leto interpreta o cientista Michael Morbius, que sofre uma mudança dramática em seu organismo e comportamento. Mas, na performance do ator, não se nota nem grandes mudanças nem drama. Leto, que recebeu o merecido Framboesa de Ouro por Casa Gucci, não convence.

Matt Smith, conhecido por brilhar em Doctor Who e The Crown, é quem demonstra grande versatilidade e emoção, interpretando o único personagem interessante do filme — Milo, amigo de infância de Morbius. Acertando de novo, Miguel Morales coloca dessa forma, para o Arroba Nerd:

Quem realmente comanda o filme é Matt Smith (…) que entrega as melhores passagens dramáticas, sem dúvidas.

No demais, ninguém do elenco faz um trabalho ruim. Todos convencem, ninguém emociona, o que é culpa do roteiro, assim como boa parte do flop de Leto.

AÇÃO E EFEITOS ESPECIAIS

As cenas de ação demoram a surgir e não são muitas. Quando chegam, desapontam. Em algumas sequências mais visualmente poluídas, fica difícil enxergar o que está na tela. Não deve ser fácil fazer um filme de vampiro para menores.

Crédito: Sony Pictures

Os efeitos visuais mais elaborados, como cenários gerados por computação, o poder de ecolocalização, e cenas de destruição, fazem seu papel. O problema é, para variar, os corpos criados interiamente em CGI. Meio mal iluminado, como o recente Cavaleiro da Lua, que comentamos aqui.

O mais difícil é o que ficou melhor: os close-ups de rostos deformados. Morbius apresenta trejeitos animalescos por diversas vezes, e seu rosto se desfigura por frações de segundo, e essas transformações são a coisa visual mais legal do filme todo.

HISTÓRIA E PERSONAGENS

Morbius é uma história de origem, e tudo gira em torno do protagonista. Os demais personagens praticamente não têm vida própria ou histórias paralelas nem motivações claras. Estão ali apenas para contar a história do Vampirão, e isso deixa a desejar. Nem o vilão do filme tem muitas camadas, e o desfecho que recebe não segue a lógica do personagem.

Créditos: Sony Pictures

Não sabemos o que leva Martine Bancroft, inicialmente contrária às ambições de Morbius, a ficar ao seu lado até o fim. Ninguém conta por que o experimento de Morbius tem um efeito nele e outro em Milo. Como história de origem, funciona bem só para o protagonista. E olhe lá, porque não sabemos o que o move, qual o grau de romance entre ele e sua colega, doutora Bancroft, e o embate ideológico de Michael com seu adversário parece tirado de Power Rangers, de 2017. Com uma história mal elaborada assim, a gente fica sem motivo para torcer para o herói em qualquer sentido.

Existe, parece, uma pressa para introduzir novos personagens que ampliem o universo Marvel com a Sony Pictures, e isso rende histórias rasas e fúteis como as de Venom. Morbius não é tão ruim quanto Venom: Tempo de Carnificina, mas é, no máximo, como o primeiro — esquecível. Essa celeridade por parte do estúdio reflete na narrativa de Morbius, que parece corrida ao mesmo tempo em que se arrasta.

ASSISTIR OU NÃO?

Se você não acompanha o universo Marvel, não precisa ver esse filme. Caso seja uma Marvete, veja o filme pelas cenas pós-crédito, para não ficar perdido no que vai aparecer em lançamentos futuros da franquia. Mas já sabendo que o trailer é melhor que o longa. Filmes bobinhos apenas para distrair, tem de monte por aí, e que divertem bem mais.

AVALIAÇÃO:

Avaliação: 2 de 5.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: